RetrôSict2023 – Ações de fomento às startups se alinham à estratégia de desenvolvimento do RS

O fomento às startups gaúchas foi uma das prioridades da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict) em 2023. Uma das ações consistiu em incentivar os empreendimentos a participarem de feiras e eventos, como Mercopar (46 startups), Gauten Summit (15), Gramado Summit (10) e Expochurrasco (10), onde puderam expor seus produtos, firmar parcerias e fazer negócios.

Além disso, a Sict promoveu, ao lado da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão e do Instituto Caldeira, o estudo “RS Tech 2023: As startups do ecossistema de inovação gaúcho”, cujos resultados iniciais foram apresentados no South Summit Brazil, em março, e os resultados consolidados, em evento realizado em setembro.

A pesquisa delineou o perfil das startups gaúchas e de seus fundadores, incluindo o nível de desenvolvimento e os principais desafios encontrados. Foram consideradas startups as empresas com até 10 anos de história, que tivessem faturamento de até R$ 16 milhões e ao menos a metade da equipe trabalhando no Rio Grande do Sul. No total, mais de 300 respostas foram recebidas.

Na apresentação dos resultados, a titular da Sict, Simone Stülp, destacou que os 10 setores mais citados no estudo (health tech, ag tech, gestão de negócios, ed tech, retail tech, serviços, bio tech, real estate/construtech, green tech, food tech) correspondem a 68% do mercado estadual. Além disso, ela explicou que as startups gaúchas são jovens, já que 78% delas foram fundadas nos últimos cinco anos.

“Algo que nos deixou muito contentes foi o grande envolvimento de mestres e doutores na criação de startups. Acreditamos que este é um dos pontos de sucesso do nosso ecossistema. As ações que estamos fazendo estão contribuindo para que as startups sejam baseadas em conhecimento”, comemorou. De acordo com a pesquisa, mais de um terço das startups gaúchas foram fundadas por pessoas com mestrado ou doutorado.

Outro ponto que chamou atenção foi a baixa adesão das startups ao auxílio de incubadoras (34%), de aceleradoras (28%) e de rodadas de investimentos (21%). Quanto ao acesso a políticas públicas, 72% das startups declararam não conhecer ou não buscar acessar essa forma de apoio. “É uma nova oportunidade de, como Estado, sermos mais assertivos nos programas e políticas que construímos, para reverter esses números”, ressaltou Simone.

Rede RS Startup

Outra iniciativa que ganhou força este ano é a Rede RS Startup, movimento colaborativo que visa conectar as startups do estado e articular estratégias para desenvolver o ecossistema de inovação gaúcho.

No South Summit Brazil 2023, foi lançada a plataforma digital da Rede, com a apresentação de funcionalidades e serviços disponíveis na ferramenta. Além disso, foi instalado oficialmente o Núcleo Gestor, grupo responsável por planejar e conduzir as ações da Rede.

Os gestores também participaram da Expointer, com painel apresentado no palco do RS Innovation Agro. Essas ações foram executadas a partir de um planejamento estratégico, elaborado, em conjunto, pelo Conselho Estratégico e pelo Comitê Gestor da Rede.

Retrospectiva 2023

A série #RetrôSict2023 vai ao ar no mês de dezembro e tem o objetivo de destacar, por meio de reportagens no nosso portal e posts nas nossas redes sociais, ações, projetos e programas que marcaram 2023.